10 novembro 2012

De volta à felicidade ou de volta ao erro?

       Então o tempo passa, algumas coisas voltam pro lugar e outras se encaixam de uma nova maneira que lhe faça sentir tão confortável quanto antigamente. Se sentir em casa de novo depois de um longo e cansativo dia, é essa a sensação. Mas poucos percebem que nossa casa é o lugar de onde não partimos, apenas saímos. Não, não há nada de ruim nisso, apenas se sentir de volta a casa é algo muito subjetivo. Apesar de sentir alívio e felicidade, em certas situações essa sensação pode querer dizer que estamos andando em círculos, sempre e sempre voltando ao mesmo lugar. 
       Devemos estar sempre dois passos à frente, ser donos de nós mesmos, ser certos até mesmo na escolha errada. Devemos muito e o tempo.. bem, o tempo nos cobra muito. Temo às vezes, muitas vezes. Talvez pelos meus sentimentos à flor da pele, pelos medos, mágoas e dúvidas. Talvez pelos mesmos sentimentos tentando me fazer acreditar nos mesmos romances batidos de finais felizes.
       Sei, sei que sou dessas que constroem castelos belos de areia impulsivamente e depois por raiva do vento que ainda nem apareceu chuta e faz de tudo nada mais do que um bolo de areia. Cada um tem a sua maneira torta de voltar pra casa, de se sentir confortável ou com medo de se sentir assim, de deixar o tempo passar. Só queria conseguir sentir mais uma vez a sensação de estar chegando em casa outra vez sem me julgar por estar andando em círculos.