08 agosto 2009

Palavras.

Descobri-me apaixonada pela língua
não sei se pela sutilesa a qual me expressa
ou se pela arrogância com que as vezes me nega.
Apaixonada pelos verbos que descrevem o meu fazer
pela vida que se comunica pelo dizer.
Descrobri-me apaixonada pelas inúmeras palavras,
talvez pela timidez com que são ditas,
ou com o tom de voz rude com que nos são impostas.
Apaixonei-me pela obrigação de usá-la
e pela tradução que ela tem de todas as coisas.
É curioso como tudo tem uma descrição,
uma palavra depende de sua interpretação.
É curioso essa coisa de tudo ter significado,
e mesmo mudos, sabermos o que se quer ser falado.
Apaixonei-me pelas consequências que elas causam,
lágrimas, sorrisos, abraços, olhares frios,
tudo depende do uso certo da palavra certa.
Incrível essa instabilidade emocional não é?
incrível o poder que a palavra exerce sobre uma pessoa.
Descobri-me apaixonada a cima de tudo pelo que não disse,
apaixonei-me pela fascinação de poder falar algo,
mesmo que não o diga,mesmo que me cale.
Descobri-me apaixonada, por tudo, por nada,
pelo que há ao redor, e descrever isso me vale.

Camila Oaquim

7 comentários:

N. Barros disse...

"Descobri-me apaixonada pela língua
não sei se pela sutilesa a qual me expressa
ou se pela arrogância com que as vezes me nega."

Gostei mto disso. mto mto mesmo.
bju

Whiskley Lee disse...

Uma palavra: PERFEITO !!! \o/
Gostei muito de ter lido esse texto! :O

Parabéns!!!
Muito booom...
Beeeijos
:*

~ Gaa.h disse...

Gostei muito do poema. Muito lindo ;)
esta de parabéns!!
O blog esta otimo :)
Beijoos ~

WiLL disse...

lindas palavras xD

[ www.ramelaum.com ]

Daniel Braga disse...

Nossa... que lindas palavras.. amei. Você tem estado tãooo apaixonada ultimamente, hein mocinha. Beijocas.

~Até a próxima.

*DB*

Robson Araújo disse...

sim as palavras, tão importantes para podermos nos expressar e as veses ate transformadas em silencio...

belo texto

comentarnaodoi disse...

Tirando alguns errinhos de português 'sutiZ', é sempre bom apaixonar-se, pela literatura então, só se tem a ganhar.

Postar um comentário