01 agosto 2009

Sinto-me.

Sinto-me perdida,meu coração sofre
não sei o que farei,sei que nada mudou,
mas sinto como se fosse tudo tão diferente
é como se eu fosse um dragão
que quando pequeno era mimoso e delicado
e ao crescer e começar a cuspir fogo
seu criador não o reconhecesse
mesmo ele sempre tido denominação dragão.
Sinto-me frágil,não sei como agir
o que aconteceu com o amor?
me sinto tão fraca, estou perdida
são pontadas em meu peito, se chamam dor.
Mas dor de que? do esquecimento?
dor de não saber mais quem eu sou?
dor de não mudar? dor de ser diferente?
Sinto a dor da vida, a dor que o amor causa
quando o tal resolve se ofuscar diante da convivência,
sinto-me presa nos meus pensamentos
garanto-lhe que eles não são os melhores
é muita confusão para uma pessoa só
Sinto-me criança, impotente, inocente
sinto-me igual, mesmo achando-me diferente
sinto-me gente, lutando contra o dia-a-dia
presa no presente, relembrando o passado,
estou ficando descontente.
Sinto-me triste, não é fácil saber o certo
a insegurança toma-me com uma facilidade
acho que nem sei o que quero de verdade
Tudo que era bom hoje está incerto
recebo críticas que vem de tão perto
isso é o mais desconcertante, me sinto uma eterna errante.
Sinto-me calada mas acho que falo de mais
talvez eu ame de mais,talvez eu queira de mais,
talvez eu não me expresse corretamente,
Sinto-me só, mesmo tendo o mundo a minha volta
mas eu estou bem, eu estou em paz
o dragão cospe fogo mas sabe o que faz.

Camila Oaquim.

8 comentários:

PanPum Flûor disse...

aaaa muito foda :D

fantastico mesmo :D

voce escreve muito bem :D
parabenz :D

muito bom o 12 verso em diante :D

plaidy disse...

Você escreve muito bem.
Parece haver certa confusão na mensagem, alguma tristeza, mas quem não as tem?

Daniel Braga disse...

Nossa.. que lindo, apesar de grande ¬.¬
Adorei o final.. ficou muito bom.

~Já postei no meu blog. Até a próxima.

*DB*

Bárbara Lopes disse...

nossa!!!
adorei o texto,
achei muito lindo!!!
bjussss

Jessica disse...

Lindo. L-i-n-d-o. Parabéns.

Abraços

Sandro Trentinni disse...

*-* muito linds.

Bruno R.Ramos disse...

Oi Camila,
Você escreve bem e escolhe boas temáticas. Se interessar pelo projeto Nova Coletânea, no qual publicamos novos escritores, faça contato, podemos publicar seu poema que; aliás, é muito belo. Será um prazer tê-la junto a nós. Beijão.

Bruno Resende Ramos
Escritor Mineiro

Whiskley Lee disse...

Aiin amiga!!! Muito legal...

Será que não vamos parar de sofrer por amor não?!
Será que o medo de tudo mudar e talvez dar errado vai nos assombrar sempre?!

Sinto a dor da vida, a dor que o amor causa [2]

Adorei...
Beeeijos
:*

Postar um comentário