22 setembro 2009

O segredo.

Olhei a paisagem, me calei..
prestei atenção em cada detalhe do que não importava
só pra ela não perceber que minha atenção é dela.
Passei a escutar mais do que falar,
aprendi que assim não se diz o que não pode falar.
Amar é realmente constrangedor,
é desconfortante querer tanto,
desconcertante não saber como agir.
Olhei novamente a paisagem,
o céu estava realmente encantador.
Me perdi olhando o sol,
mais um pouco ele chegaria a brilhar tanto quanto os olhos dela,
ou tanto quanto os meus quando a avistam.
Fiquei impaciente, me segurei, passou.
Ô vontade sapeca essa de falar o que não devo,
ô angústia desgraçada ao segurar meus nervos.
Decidi não falar, e assim continuarei,
se amo ou deixo de amar só diz respeito a minha pessoa.
Levantei, caminhei,
da paisagem que antes olhava agora passei a fazer parte.
Guardei pra mim os pensamentos mais absurdos,
hipóteses, sonhos, planos pro futuro.
Um dia eu conto, um dia eu me arrisco,
enquanto o medo não passa o segredo permanece,
e o amor, bem guardado no meu coração.

Camila Oaquim.

4 comentários:

Rogerio disse...

que poetico...todos temos um segredo...e so nos sabemos a hora certa de revelar...desde que esse segredo não ti sufoke...ate...

nanaah disse...

"aprendi que assim não se diz o que não pode falar."
Falar e dizer são sinônimos, porém, não são a mesma coisa. descubra a diferença aqui (caso você não saiba): http://elianasantana.recantodasletras.com.br/visualizar.php?idt=247960
Gostei ^^
Só não vá guardar esse segredo por tempo demais ;)

Fernando Gomes disse...

Garota você tem muito talento.
Vez ou outra acabo caíndo no seu blog e sempre gosto do que leio.

Já considerou em editar um livro com seus textos?
Fica a dica!

Whiskley Lee disse...

Aaaaaaaaaaaaaaai meodeeeeeus!
Ti fofo! *o*
Adoreeeei... muito, muito, muito...
Beeeijos
;*

Postar um comentário