03 outubro 2009

Eu e você.

Não é nada pessoal querida,
apenas descobri que não me abalo com a sua ausência..
as coisas se tornam tão simples e os fatos tão sem empecilhos..
palavras soam no ar tão leves, tão puras,
sua vulgaridade não me fez muita falta.
Gosto de você meu bem, de todas as mulheres que tive ao meu lado,
confesso que você é a mais fascinante..
mas certa postura, certos atos lhe tornam tão simples,
tão normal, tão a baixo das outras.
Não quero que mude, cada um é o que quer..
e é assim que você quer ser, assim que se sente feliz,
mas isso não é o que almejo para o meu futuro.
Quem sabe um dia eu não sinta falta de suas palavras vulgares..
e você não sinta falta de meu mundo idealizado,
do amor e não do sexo ou da falta que a falta do romantismo me faz.
Seria infeliz da minha parte mudar quem sou pra me contentar com seus atos e lamentável querer que você mude pra me satisfazer,
de todas as alternativas o silêncio é melhor..
melhor poupar críticas, desgostos, mágoas,
você de lá, eu de cá..
rumos diferentes que você sabe que se preciso podem se cruzar,
quero mil homens e mil gemidos pra te fazer feliz..
espero que você queira um amor de uma vida inteira pra mim,
o vulgar pra alguns é belo, o belo pra alguns não é vulgar..
achamos que tínhamos nos encontrado mas agora sabemos o certo,
algumas coisas realmente nunca vão poder se combinar,
assim como eu e você.

Camila Oaquim.

8 comentários:

mulherices disse...

Bem bonito, visceral e verdadeiro. Gostei! :)

Jessica disse...

Palavras muito bem colocadas, sentimento na medida certa! Gostei também!
As coisas, as pessoas, as vezes, simplesmente perdem o encanto... são coisas da vida!
___
http://planetabandonado.blogspot.com/

Caio Malingre disse...

poema legal...tem alguns jogos de palavras legais e tal, mas falta alguma coisa pra ser melhor...
apesar disso é um poema até que bom...
http://futeminhavida.blogspot.com

Daniel Braga disse...

Lindo... descreve o momento que eu tô passando =/

~Beijos, até a próxima. Passa no meu blog!

*DB*

How far I can go.. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Karina =) disse...

lindo, cara

morethanwords3 disse...

Oie, eu já havia comentado no primeiro
texto, mas agora, ao ler este, me identifiquei
ainda mais com a mensagem que vc transmitiu.
As relações realmente e infelizmente ou, felizmente, não sei, são assim... Algumas peças
não se encaixam e não adianta forçar um sincronismo entre duas peças que não fazem parte do msm quadro!

Parabens mais uma vez.. vc escreve mto bem!

Whiskley Lee disse...

Nossa! Lindo!
Minha vida! Quisera eu ter coragem de poder falar na cara algo assim.
Mas já tomei minhas atitudes...
e realmente... o silêncio foi o melhor
Beeeijos
;*

Postar um comentário