10 dezembro 2009

Fogo.

Ela é fogo e eu quero me queimar,
é difícil mas é só pra me dar mais vontade de conquistar,
é má as vezes porque ser boa sempre não tem graça,
ela é minha dúvida mesmo com a certeza que ameaça.
Ela é chão e céu, ela é frio e calor,
E são seus extremos que me fazem ter por ela tanto amor.
Ela é fogo em que eu quero arder
Pode me queimar sem remorso que não hei de me arrepender,
Ela é sonho e é por isso que não quero acordar
É coração delicado e difícil de alcançar.
Ela é fogo que aquece e dá vazão
Fogo que me acompanha diante a solidão
Fogo que ilumina toda a escuridão
Que existia quando ela não habitava o meu coração.

Camila Oaquim.

6 comentários:

Maria Luísa disse...

lindo o blog *-*
post perfeito tbem =]
parabens!

SinaldoLuna" disse...

Lindo poema, belo blog ;D
Parabéns!

http://sinaldoluna.blogspot.com/

Nathalie disse...

cara, você escreve muito bem

quintafeira12 disse...

Muito bacana o poema.
Parabens

Chazzy Chazz disse...

Anmor é Fogo que Arde Sem se Ver

Caio Sereno disse...

Esplêndido! Gostei muito =D

Postar um comentário