17 dezembro 2009

Segredos

Olhos no teto, corpos no chão, nós e essa loucura por coisas novas. Não digo que não me diverti, estaria mentindo, por outro lado não sei se contaria metade do meu passado, do nosso passado, aos nossos netos que ainda irão existir.
Seis pernas, seis mãos, incontáveis dedos, indescritíveis sensações. É sempre bom ter um segredo para nos deixar em risco, é sempre bom ter medo e superar categoricamente, é sempre bom ter historias para contar, mesmo que para nós mesmos.
Sorrisos maliciosos me encantam, sussurros ao pé do ouvido, flertes. E tudo isso em dose dupla é um tanto quanto admirável. Segredos à três com certeza são melhores guardados, guardo esse então, eu e vocês.

Camila Oaquim.

1, 2, 3
Not only you and me
Got one eighty degrees
And I'm caught in between
(Britney Spears _ 3 )

5 comentários:

Vírgula Antenada disse...

Não conto nem 10% do meu passado, nem pra mim! E sim, vários pedaços sempre tem dois ou três que sabem. Fazer o quê além de torcer que eles também não contem ou que já tenham esquecido...

Fabio T. disse...

Sinto uma provocação da autora nesses versos.
Gostei.

Chazzy Chazz disse...

Sinto uma provocação da autora nesses versos.
Gostei. [2]
me identifiquei muto com a ultima estrofe muito msmo, tu sabe neh nao?!?! AUHAUS

ruminamentos disse...

Uma coisa vc pode ter certeza, nossos avós não nos contaram muito coisa que fizeram
Abraços

axolbru disse...

nao axo nada bom ter segredo q me deixe em risco.
bruno wolff
http://brunocontosdeterror.blogspot.com/
contos de terror

Postar um comentário