09 fevereiro 2010

Vamos nos permitir ♪

Nunca fui de me permitir muito, de me entregar, dizer mais sim do que não. Curioso, foi só preciso estar com você para eu passar a me permitir mais, me entregar de corpo e alma dizendo milhares de sim.
Você conhece a timidez que ninguém conhece, e só você sabe como acabar com ela. É você, só você que conhece cada mínimo detalhe meu, que me decifra pela voz, que me entende pelo olhar, que ri das minhas bobeiras e que se contenta com um “pára”. Engraçado, você pára, acho que é por isso que me têm mais do que todos já tiveram e poderiam ter.
O problema é que agora eu me permito demais e, por bobeira ou não, me permiti a te amar tanto que já não consigo não te ter ao meu lado, não consigo mais não te ver, não ouvir sua voz, não sentir seus braços em mim.
Acho que preciso de você sussurrando no meu ouvido tudo aquilo que já sei e não canso de ouvir pra ser feliz, das suas costas pra eu me marcar em você, da sua boca pra ter sua marca em mim. Não consigo achar isso certo, e por muitas vezes acho tamanha imbecilidade amar tanto alguém que chego a perder o chão mas, por ironia, nessas horas você me puxa e me leva ao céu, então acabo tendo toda a certeza de que sou a imbecil mais sortuda do mundo.Talvez isso tudo seja errado, mas se for, você é o meu erro mais bem vivido. Não quero aprender o certo, não quero não errar, não quero te perder.

Camila Oaquim.

2 comentários:

BLOGUEIRO EXECUTIVO disse...

ESCREVINHOU UM SENTIMENTO E UMA PASSAGEM FEMININA ASSAZMENTE INTERESSANTE, DESEJANDO TRANSCENDER A REFLEXÃO A DÚVIDA DE SER OU NÃO SER DO JEITO QUE É, TENTANDO SE DESAMARRAR DE SUAS PROTEÇÕES, DESCULPE MINHA COMPLEXIDADE AO COMENTAR, MAS VEIO ESTAS PALAVRAS APÓS LER SEU TEXTO...

Felipe disse...

Como sempre um post que revela o sentimento
sempre se superando em cada post
esse é muito lindo
vou ate plagiar
ashusahsauas

Postar um comentário