01 fevereiro 2010

Hoje

Assim como o poeta se embriaga do amor que tem pra viver, vem que eu preciso tomar um porre de você pra ser feliz, hoje, agora. Quero te ter circulando no meu sangue, pulsando nas batidas do meu coração, te ter de ponta a ponta do meu corpo mesmo sabendo que ainda assim vou te querer mais e mais.
Assim como na vela, nosso amor é chama que as vezes aquieta e num simples vento se remexe toda como quem quer fugir, mas que na verdade é só a dança chamativa que ela encontra pra dizer que pode passar perto do apagar mas se manterá chama, luz, calor.
Amor meu, não sei o que está por vir, mas sei que hoje te quero aqui, tanto e incontrolavelmente que nem sei como expressar. Te quero hoje, mas nesse tempo junto com você todos os dias pareceram-me hoje. Todos os nossos amanhãs serão hoje e eu sempre vou te querer, hoje. Incontáveis hoje. Sempre.
Não sei se por desespero calado ou criancice velada, mas tantas e tantas vezes quis sumir, fugir de mim, de você. Felicidade minha, não te quero me vendo triste. É a sua mão que me segura, o seu sorriso que me acalma, o seu abraço que me conforta. É você que eu preciso todo tempo, toda hora. Não queria precisar tanto de você, não por achar que você não estará aqui quando eu preciso, simplesmente porque acho que você não merece esse fardo.
Mas a vela continua acessa e meu corpo ainda precisa se embriagar de você. Mas a minha mão ainda cisma em correr atrás da sua. Meu amor é seu e eu ainda sou sua, até você agüentar o fardo, até o nosso hoje durar. Sou sua, mas só até o meu dia acabar, nunca. Sou sua, mas só até eu parar de respirar. Sua.

Camila Oaquim.

5 comentários:

Phelipe disse...

Esse "Hoje" tá parecendo mais "Pra vida toda."
Adorei o texto. XD
;*
Sua romantica.

Naya Rangel disse...

Lindo texto! Que o hoje, dure para sempre ... Queria saber escrever assim ... Não tenho esse dom!

Abraços!

Phelipe disse...

adorei o template XDDD
bju grandona =X

Chazzy Chazz disse...

"Amor meu, não sei o que está por vir, mas sei que hoje te quero aqui, tanto e incontrolavelmente que nem sei como expressar."
Por muito tempo lutei pra achar como expressar esse sentimento essa necessidade, hoje em dia desisti não tem motivo em lutar pra descobrir isso enquanto perde tempo curtindo os bons momentos. eh muito dificil isso

B. disse...

Esse texto é tão... eu.
Ah, a gente nunca quer chegar a esse ponto de precisar mesmo.

Postar um comentário