11 janeiro 2010

De tudo que tive e tenho

Tive fome do teu corpo
Tive sede do teu beijo
Quero-te agora porque, simples,
Você é meu desejo

Tive pressa pra te encontrar
Tive calma pra te olhar
Quero-te agora porque, simples,
Te amo e sempre vou amar.

Tive medo de sofrer
Tive medo de te perder
Mas, continuo querendo-te agora
E isso é algo além do entender.

Tive instabilidade,
Sim, sei que é verdade
Mas, te amarei mesmo que
minhas palavras se resumam a saudade.

Camila Oaquim.

5 comentários:

Phelipe disse...

nostalgia.

Satiko disse...

Haaá bem legal!É,concordo com o Phelipe e complemento que a nostalgia realmente nos faz escrever mtooo bem'
Bme legal seu poema!bjo da Garota.com

Camila disse...

O amor sempre deixa uma marca em nós.
Sempre nos faz lembrar das coisas que fizemos, que gostariamos de ter feito.
Um amor sempre vai, e deixa no peito uma marca tatuada, que deixa saudades dos tempos que se foram.

E no final você esquece, mas o amor nunca some, ele só se transforma.

Adorei seu blog..
beijos.

Lêlê Mafalda disse...

Pura verdade, na natureza nada se perde, nada se cria, tudo se transforma.

Viva as aulas de química!.

Phelipe disse...

corna. XD

Postar um comentário