24 janeiro 2010

Só mais um pouco

A perna treme, o coração sente
Palpita, grita, aflito pula
E cala na presença pra gente não ver
A súplica deste, discreta, que precisa de você.

O nervosismo vem na calada
Ora pela ausência, ora pela chegada
Esperto, invisível, como quem não quer nada
Acompanhado de você, querida amada.

Então, das palavras que aqui estavam
Nenhuma mais se encontra,
Todas escaparam-me ao te ver
Junto com a calma do meu coração,
que acelerado começou a bater.

Então, todo o meu medo que não queria ir
Foi embora, achou melhor fugir
Por preocupação com a alegria que você me trará,
Com a felicidade certeira que fica aqui
E que vai ficar, porque você sabe que aqui é seu lugar.

Fica, só mais um pouco
Que o mundo é grande e o tempo solto
E se deixarmos ele nos escapa de repente
Fácil, ágil e sem nem voltar.
Fica que eu te quero muito e sempre vou te amar.

Camila Oaquim.

4 comentários:

Felipe disse...

maneiro o blogs;;;
10!

Phelipe disse...

so pq eu ensinei a ela como se faz poema de 5 versos...lalala* >>> KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Adorei o texto melao, eu fico mais um pouco sim. Pede de novo?! XD

Millena Blogueira disse...

Excelente poema!Amo poemas!Minha primeira vez no seu blog.Adorei o seu espaço!

FabioZen disse...

O coraçãopalpita!Ahh! Muito boa a poesia!

Postar um comentário